sexta-feira, março 30, 2012

A duração de um coração curado


( Fred Neumann)

Se de um lado passam os anos com seus cabelos dourados
Do outro passam pessoas antigas com seus sapatos desamarrados
Se do alto aparecem pássaros famintos com asas abertas
Debaixo passam humanos sem fome com suas mentes fechadas

Se de um ano passam os meses com seus dias desvairados
Do outro mês passam os dias com suas horas alternadas
Se de baixo surgem cheiros de tampas de esgotos amargos
Do alto surgem loucas pessoas quase abandonadas

Ao pintar o mundo com as cores que escolhemos
Não sabemos se merecemos o final do resultado
Não optamos ou decidimos quem amamos
Nem podemos afirmar a duração de um coração curado

O ódio passa para uma visita sem avisar
Com seus rastros escuros de um preto incalculável
Ele passa uma rasteira nos que temem em amar
E termina anunciando uma sentença improvável

O orgulho sentencia sua chegada com pompa e cornetas
Desfilando angaria rostos e roupas que lhe caibam
Do alívio é a parte amarga e do poder as suas tetas
A parte difícil do sucesso e a barreira dos que amam

A duração de um coração curado é composta
Por pequenos intervalos de lucidez de menino
Sem a acidez da incerteza na aposta
E a rouquidão dos que gritam sem destino









Postar um comentário