quinta-feira, maio 31, 2007

Poema de 2 minutos

Poema de dois minutos
O que sai da caixola neste período
dedos teclando em fúria
Sincronizados com neurônios, nem tanto
Passaram-se 40 segundos
Não mudei o mundo
Teclar para diminuir o efeito estufa
Chegou uma amiga
Ela perdeu o cheque
Achamos a tempo
Mas acabou o tempo
Agora
Postar um comentário