quarta-feira, março 08, 2006

Sempre Aline

O colírio emocional e espiritual do homem é a mulher
Se alma também tem sua gêmea, já achei
Sou rei
Ela rainha
Pra ouvir minha ladainha
E dizer que não errei
Para ela
Não sou feio
Não sou chato
Não sou gago nem rouco de tão louco
Só louco por ela
Minha bela que não é
Minha
A conquista é diária
Não devo dar só migalha
O corpo inteiro
A história inteira
O amor que cabe aqui e mais um pouco
Pra rimar com a frase lá de cima
Ela é sempre minha rima
De maiô ou de biquini
Em todos os momentos
Sempre Aline
Postar um comentário