quarta-feira, abril 25, 2007

Sonho com raízes


Eu não uso a vida pra jogar fora
Eu não me curvo á tristeza pois demora
Tem hora sim, tem hora
Pra curtir o dia, a alegria
Tem amigo tão querido
com ligação quase de umbigo
Tem poema sem tema
que teima em voltar avivado
Na viagem, adentro em temperos
No show isqueiros não, celulares
Nossos lares têm mais mares
Nossos campos são mais amplos
Quem não tem crença tem doença?
Não há nada que vença
Um sonho com raízes

* Foto do site Reevo
Postar um comentário