quinta-feira, abril 22, 2010

A decisão


Aproximadamente seis meses atrás, eu escrevi minha primeira coluna sobre marketing de rede. Achei que era um momento importante para escrever sobre isso, pois não estava envolvido com nenhuma empresa naquele momento. Assim, sentia que era um momento ideal para falar do crescimento deste setor e da importância de escolhermos um marketing de rede para termos mais qualidade de vida.
Na coluna publicada em outubro de 2009 ( e aqui no blog em Fevereiro) , eu disse:
“Eu sei que não demorarei muito mais tempo para me decidir por uma delas.”
Realmente, não demorei. Com mais dois meses, concluí um processo de oito meses de análise das propostas e, com muita sustentabilidade na escolha, decidi pela empresa líder mundial neste segmento: a Amway. Quem leu minha coluna anterior sobre o tema sabe da minha história com a empresa, apesar de nunca ter entrado nela anteriormente. Quem acompanhou a “primeira onda” da empresa no Brasil viu o potencial de seus produtos. Pôde acompanhar, também, uma série de motivos para ela não ter decolado no Brasil na época, incluindo preços altos, necessidade de investimento muito alto em treinamento e exageros na postura dos empresários na hora de captação de novas pessoas para suas equipes. Sendo assim, comprovando sua história de nunca ter saído de nenhum país em que tenha entrado, a Amway aguentou 10 anos de dificuldades no Brasil, até achar o momento ideal de solucionar todos os seus problemas no país e apresentar-se novamente, como aqui sempre deveria ter sido: uma empresa que é a líder mundial no segmento de marketing de rede, e não à toa.
O título da coluna de hoje fala sobre algo que devemos fazer diariamente, muitas vezes ao dia: decidir. É muito melhor decidir - mesmo cometendo erros - que ficar paralisado na indecisão. Ao decidir-se por uma empresa de marketing de rede, você estará se presenteando com muita coisa boa nesta vida. Vou fazer uma listinha para ilustrar melhor:
1- Ter a certeza da companhia quase que unânime de pessoas positivas no seu dia a dia. O marketing de rede inibe, quase que por completo, as pessoas pessimistas.
2- Escutamos com muita frequência, de muitas pessoas, a reclamação de trabalharem demais e não terem tempo para a família. O resultado final do marketing de rede é sempre o mesmo: conseguir muito mais tempo para realizar atividades que não conseguia antes.
3- No marketing de rede, nós trazemos pessoas novas para serem bem-sucedidas, tendo nossa ajuda a qualquer hora do dia para tal. Em grande parte das empresas tradicionais, incluindo a minha, são trazidas novas pessoas para suceder outras. Você já viu um gerente treinar um caixa para que ele seja gerente no seu lugar, se não existe esperança dele se tornar um diretor? Os exemplos variam, as empresas podem negar isso, mas é uma verdade histórica.
4- Quanto mais você cresce no marketing de rede, menos trabalho duro você tem. Seu trabalho passa a ser de liderança, inspiracional.
5- Independentemente de quando entrar na empresa que escolher, você tem todas as condições do mundo pra chegar ao topo. Ou seja, me utilizo deste espaço para decretar a inversão de um boato histórico: a chance de você encontrar algo piramidal é muito maior em uma empresa tradicional. Imagine uma empresa familiar, com 100 anos de história. Imagine 300 auxiliares de escritório que acabam de entrar nela. Qual é a chance de eles chegarem ao cargo de diretor-presidente? Perto de zero, concordam? O segmento de marketing de rede é o que mais cria milionários atualmente. E este cenário só vai se consolidar no futuro. Pergunte a qualquer estudioso da área.
Tome uma decisão. Se você já trabalha com marketing de rede, leve a sério. Se já trabalhou e desistiu devido a alguma experiência frustrante, pare de colocar a culpa em terceiros e pesquise o segmento novamente. E se ainda não trabalha, dedique algumas boas horas (ou meses, mas decida-se) do seu tempo a estudar este segmento.
Uma coisa eu já garanto: terá sido um dos melhores investimentos de sua vida. Em alegria, em alto astral, em sucesso financeiro, em qualidade de vida, em novas amizades. Faça isso por você, ou por sua família, que certamente gostará de conviver mais com você daqui pra frente. E com mais dinheiro no bolso.
Postar um comentário