segunda-feira, abril 17, 2006

Rito de convocação ao hexa

A Copa do Mundo é nossa se não for de outro
O melhor futebol é nosso se não for de Rossi
A Croácia não é favorita só se futebol é antro
De quem não vê, de quem não sabe o que é Messi

É argentino ele, além de Tevez, Mascherano e Sorin
Veja de outro lado, azarado é aquele favorito
Que começa assim, que tem que dar um fim
Nas palavras sábias dos europeus, tira da criança o pirulito

Mostra que ela sabe tudo e no final castigo
Amigo é o futebol puro, o talento brasileiro
Só se aliar a humildade, o centro não é umbigo
Conversa com a bola, procura seu cheiro

Robinho até lembra Denílson
Seus vários zagueiros sacolejantes
Correm, correm, correm...bola, bola?
Só se for a daquela ilha, Wilson
A bola que se transforma, nunca é como antes
Nós pés do brasileiro, ela encanta, rebola

Não há segredos, Brasil, desitalize esta Copa
Não alemanharei meu talento, prometo
Françamente, não faço bicos, saio da toca
Driblo, japanamerico o togo da costa do marfim, quinteto
Sinfônico, ó landa the Kaká, Ronaldos, firulas
Portugas, Angolas, no fim, tá lá, o hexa
Postar um comentário