segunda-feira, maio 01, 2006

A cada dia

A cada dia um beijo, um carinho, uma nova luz
Eventos, refeições, olhares, fatos
A cada dia uma nova alegria, meu amor por ela
Aumenta a doçura, aumenta em meus olhos o quanto ela é bela
A cada dia

A cada dia o mundo oferta mais razões
São novas sensações, a certeza da boa escolha
Não cabe em uma folha o que tenho a dizer
Por ela nem na tela de um blog, caberia
A cada dia

Quem sabe se a cada dia coloco um pouco
Do muito que a admiro, por aqui, em qualquer lugar
No luar, no amanhecer, grito até ficar rouco
Quem sabe assim acharia tanto espaço
Mesmo que aumente
caberia

Não acaba, não diminui, não some
Não finge, não oscila, não joga
O amor verdadeiro não é infinito enquanto dura
Duro é o coração que pensa assim, com paixão e sem amor
O amor verdadeiro é infinito
A cada dia
Postar um comentário