sábado, junho 17, 2006

No 8o. dia, goleada ou nada, teve de tudo

Seis gols escreveram a obra argentina
Os hermanos deram sorte, isso sim
Não importa qual frase prefira, logo acima
Eu, brasileiro e rival assumo, um grande domínio enfim
Teve gol de todo jeito, e no final Tevez

No segundo jogo, o novo clássico da laranjada
Em time africano, ataque voa, defesa desanda
No primeiro tempo, os vans deram uma acelerada
No segundo, fim para o Marfim, classificou Holanda
Dois pênaltis sem marcar, juíz poupou Van der Sar

No último jogo do dia, zero a zero é covardia
Sem gols no cardápio, escrever vira fardo
Recorro ao som dos nomes pra salvar a poesia
Loco, Jamba, Kali e Akwa, Torrado, Zinha e Pardo
Que eu acorde amanhã, com um belo Portugal e Irã
Postar um comentário