domingo, junho 11, 2006

Resumo do 2o. dia de Copa, uma poesia

Poesia sendo escrita nas horas de sono dos jogadores
Chuteiras descansando, alguns não dormindo
Times que entram e praticam futebol de horrores
Outros que chegam e já estão saindo

Presidente é para saudar oficialmente
Ironia, presidente, só com maestria
O que a Internet não diz, o coração não sente
Hexa se vier, é com o gordo que nos traz alegria

Trinidad e Tobago me lembra o chiclete trident
Pois grudaram nos suecos e já viraram surpresa
Foi um jogo feio, o placar não mente
Depois veio los hermanos, trazendo futebol-beleza

Os ingleses parecem whisky paraguaio
Parecem qualidade, mas só dão dor de cabeça
Aos seus torcedores, claro, nessa eu não caio
Fecho a poesia agora, antes que eu me esqueça
Postar um comentário