segunda-feira, junho 05, 2006

Poesia cruzada

Gosto muito de palavras cruzadas.
E de poesia, como vocês podem perceber.
Resolvi misturar as duas coisas.
Abaixo está o primeiro " experimento".
Convoco os amigos leitores a entender que raios preparei para vocês.
Mandem seus comentários, que eu mando o " gabarito " no final.

---------------------------------------


Para uma árvore florida, uma salva de palmas
Ao começar a primavera, uma salva de flores
Ainda tímida, a rosa dá um alô a novas almas
Qualquer pétala vira poesia e cura dores

Pode até surgir uma cruzada pela beleza
Pode até juntar estações em uma só
A cor do dia no ínicio mais acesa
Transforma complexas paisagens num cada vez mais simples nó
Postar um comentário