segunda-feira, julho 03, 2006

23o.dia lembra a maestria de Zidane

Eriksson despediu-se do cargo de forma familiar
Perdeu pela terceira vez para Scolari
O jogo foi sem gols, mas quase não deu pra respirar
A seleção de Portugal ainda não achou quem a pare

Disputa de pênaltis, loteria só pra quem não entende
No final só um contente, e o herói sempre o goleiro
Desta vez foi Ricardo, com três defesas decretou The End
E um treinador que incendiou de amor, um país inteiro

Para o Brasil, esta Copa acabou, mas 98 continua
A maestria de Zidane comprovou a freguesia brasileira
Aquela final no Stade de France, agora sim a verdade crua
A nação francesa mais uma vez talentosa e guerreira

A bola cortava a frente dos brasileiros, " opa, não vi "
Bola na mão de Ronaldo, sem marcar penalidade
Juíz bonzinho, Zidane não, cruzou nos pés de Henry
Mais um carrasco para a lista, ô maldade
Postar um comentário