sexta-feira, outubro 13, 2006

As vias de fato


As vias de fato são o concreto dos humanos
A teoria termina com algo que ia
A prática começa com pra, alguém
Ás vezes não achamos causas e choramos
Muitas das outras acabam na boemia
Mesmo sem esforço, vamos, sempre além
O dia não acaba quando queremos, infame
As vias de fato são construídas, não depois
Se deixamos para alguém talvez não exista
Não insista, alma pequena, desarme e ame
Ah, poxa, não acredito, mesmo? ora, pois
O que eu faço deve ser suave pra minha vista

As vias de fato são estradas que precisam de asfalto
Os buracos são os teóricos que nos pegam de assalto

* acredito que esta foto veio do blog Meus Dois Cêntimos. Se o autor a achar aqui, já peço licença.Senão podemos conversar, chegar às vias de fato da negociação autoral.
Postar um comentário