domingo, janeiro 28, 2007

Fábula do Futebol Moderno

No campo de futebol da seleção mundial de mídia, eu vi:

Kaká bebeu água. Rezou.
David Beckham ficou emburrado com a manicure. Errou no esmalte.
Cafú tomou uma Coca-Cola e passou a bola.
Ronaldinho Gaúcho tomou uma Pepsi, comeu um sanduíche do McDonald´s e deu de trivela, guardando o celular Nokia dentro da cueca.
Cristiano Ronaldo driblou a bandeirola do escanteio vinte e duas vezes, até que ela afundasse no chão, formando uma ilha polinésia francesa no local.
Luxemburgo recebeu seu novo terno, sua nova carteira de couro macho, um alisa-ego via telemarketing e uma manicure também. Ué, já ouvi isso antes...
Ronaldo, tirando seu relógio Nike, pegou um sanduíche do Burger King, um café da Starbucks, um açaí da Bibi Sucos, um chocolate da Godiva, um milkshake de ovomaltine do Bob´s, um sorvetaço da Shaika, deu um leve arrotinho, pegou o avião para Milão e ainda queria a titularidade.
Silvio Santos, esperto que só ele, ofereceu a titularidade ao Gorducho.
É o Baú, ahai!

* Nada deste texto é verdade. Ficção pura. Ou suja um pouquinho.
Postar um comentário