sexta-feira, setembro 15, 2006

Seis características

O ser humano vive em constante transição. De manhã sua cara acorda de um jeito, pela tarde alguém te encontra na rua e avisa de forma sutil ou não que o molho de macarrão do almoço continua depositado ali do lado da boca rumando pra costeleta.
Ou seja, você já é outro. E o mundo espera que você seja ainda outro, porque um sujeito cara-de-molho-de-macarrão-ao-lado-da boca-vizinho-dos-pêlos-laterais não é lá uma característica muito socializante.
Mas não desviemos o assunto e vamos às seis características atuais do autor deste blog, mais precisamente, eu, às treze horas e dois minutos da sexta-feira 15 de Setembro de 2006:

1- Sou um cantor daqueles que sobe no palco e tenta fazer com que todos soltem alguma risada e volte pra casa achando que valeu a pena o espetáculo." E o cara ainda canta". Pelo menos é o que dizem que faço. Pelo menos os amigos. Eu gosto de acreditar. Mas sempre com algo a melhorar. Senão não estaria vivo.

2- Chocólatra de carteirinha. Isso vocês já devem ter percebido no blog. Enquanto a glicose continua lá nos setenta, oitenta, mantenho este passatempo prazer diário e caminho depois para queimar as madames calorias ganhas no percurso da última degustação do pecado marrom. Ou branco. Ou vermelho. Ou.

3- Eu adoro usar a matemática para entender a vida.

4- Ninguém é anjo, sendo assim também não sou. Portanto, se você é um daqueles faladores "invertebrados " ( é isso mesmo que você leu) , emita uma licença-eterna para que este cara aqui possa sair no meio da conversa se necessário. Afinal não teria outro jeito de terminar a conversa, pois dizem que sou...

5- Um diplomata. No sentido real da palavra. Ou no sentido oposto. Pois dizem que às vezes, por tentar ser diplomata demais, finalizo a situação sendo diplomata de menos. Mesmo que ninguém perceba.

6- Nem que seja para viajar para uma cidade a 10 quilômetros da minha, preciso fazer isso pelo menos uma vez no mês. É um vício que atualmente cultivo com vigor.

As 6 características acabaram sendo vícios ou situações do momento atual.
Era isso que eu queria? Era isso que vocês queriam? Pode ser. Desafio cumprido.
Espero.
Passo este desafio agora ao André , à Mônica Montone e à Taia
Postar um comentário